Endometriose e gravidez: entenda como pode afetar a fertilidade feminina

Endometriose e gravidez: entenda como pode afetar a fertilidade feminina

Publicado em 30 de janeiro de 2019 com 0 comentários

A endometriose é uma doença que atinge diversas mulheres e pode estar relacionada a um dos principais motivos para a infertilidade feminina.

Para entender a relação entre a endometriose com as dificuldades para engravidar, é importante compreender as transformações no corpo das mulheres que sofrem com a doença.

O que é a endometriose?

Tudo começa durante o período menstrual. O organismo feminino se prepara para a fertilização do óvulo lançado durante o período fértil.

O útero também prepara suas paredes, engrossando o tecido que o reverte, conhecido como endométrio, para a fixação do óvulo fecundado.

Quando não há a fecundação, o endométrio se descama para que seja renovado no próximo ciclo menstrual – e é quando a mulher menstrua.

A endometriose ocorre nesse processo de renovação das paredes do útero, onde o endométrio acaba indo para outros órgãos após a descamação, causando uma reação inflamatória.

Ela pode se encontrar em regiões pélvicas, como bexiga, trompas uterinas, nos ovários, e até mesmo em outras regiões, como intestino e pulmões, em casos mais extremos.

Isso pode acarretar nos sintomas mais característicos da endometriose: as fortes dores.

Alguns sintomas da endometriose são:

  • Fortes dores no período menstrual e cólicas que podem ocorrer semanas antes da menstruação;
  • Dores durante as relações sexuais;
  • Dores ou urinar e evacuar no período menstrual;
  • Infertilidade.

As dores podem ser um alerta para uma possível endometriose, porém somente o médico ginecologista pode dar o diagnóstico a partir dos sintomas, com um exame específico, e passar as medicações necessárias, tratando o quanto antes.

Quais os riscos da endometriose para a gravidez?

A endometriose pode provocar infertilidade em mulheres devido às transformações que a doença causa, nos casos em que o tecido endometrial fica alojado nos órgãos reprodutores.

Além de causar irregularidades hormonais, ela pode atrapalhar a chegada do óvulo ao útero pelas trompas, devido às alterações estruturais que podem ocorrer graças ao processo inflamatório.

Mas lembre-se: somente após o diagnóstico feito por um médico especializado, o paciente saberá qual o tratamento indicado, correspondendo ao caso específico.

Como a medicina reprodutiva pode ajudar mulheres com endometriose?

Após apresentar dificuldade para engravidar através da forma natural, mulheres com endometriose podem recorrer à técnicas de reprodução assistida para realizar o sonho de ser mãe.

A inseminação artificial pode se apresentar como uma ótima solução, pois os espermatozoides são selecionados e inseridos diretamente no útero, após uma estimulação ovariana.

A fertilização in vitro também se mostra como uma opção que apresenta bastante êxito. Na FIV, os óvulos da mulher são recolhidos e fertilizados em laboratório com espermatozoides selecionados. Após a fecundação, os embriões são inseridos na cavidade uterina.

A Clínica Conceptus oferece diversos serviços de reprodução assistida baseados na sua necessidade. Entre em contato e saiba mais.

Preencha os dados abaixo para receber informações sobre os serviços da Clínica Conceptus.





Tags: clínica conceptus, Conceptus, endometriose, fertilidade, fertilidade feminina, gravidez, Gravidez Saudável, infertilidade, maternidade, Medicina reprodutiva, saúde, Saúde da Mulher, Sonho de ser mãe

Deixe seu comentário